twitter dedetização  
 
dedetizadora
ibaraki
dedetização
desratização
descupinização
desentupimento
pragas urbanas
contato
   
  Rato
 

Curiosidades

Ratos pelo mundo: amados e odiados!

Pelo mundo afora, os ratos não deixam de despertar sentimentos (os mais variados e inusitados!) nas pessoas. De acordo com a lei islâmica, o rato é uma figura impura e torna impuro tudo o que toca. Por isso, todas as representações do rato devem ser eliminadas.

Já na Índia, os ratos são considerados animais sagrados. No Templo Karni Mata, mais conhecido como “Templo dos Ratos”, os ratos sagrados são chamados de kabas. Há a crença de que os ratos são a casa das almas dos devotos da deusa Karni Mata, e neles permanecem até reencarnarem. Se você estiver visitando o templo e um rato passar por cima de seu pé (devidamente descalço, como em todo templo hindu), você será abençoado. E mais, se você avistar um rato albino (o que é muito difícil!), será duplamente abençoado, o que é considerado uma grande sorte! Também faz parte do ritual do templo dividir a comida sagrada como os numerosos kabas.

Rato velho vira morcego?! Elefante tem medo de rato?!

Estas espécies de lendas são muito populares e, com certeza, você já ouviu falar em alguma delas. Na verdade, elas não passam mesmo de lendas. Rato velho não vira morcego. Ratos são espécies definidas: nascem, crescem, se reproduzem, envelhecem e morrem e continuam sendo ratos! O mesmo acontece com os morcegos. Talvez a origem dessa lenda seja uma confusão de nomes: por exemplo, a palavra em alemão para morcego é flederme, que significa “camundongo voador”.

Dizer que elefante tem medo de rato também não faz sentido. Os elefantes adultos não têm predadores na natureza e, por isso, não se assustam por pouca coisa. Segundo a lenda, os ratos entrariam pela tromba dos elefantes, mas a tromba é tão ágil como uma mão humana, capaz de evitar esse ataque facilmente. Apesar disso, há quem acredite nessa história. E parece que ela vem de longe: o historiador romano Plínio, o Velho, escreveu, em sua enciclopédia da História Natural, que os elefantes têm tanto ‘ódio’ dos ratos que se recusam a comer o feno onde um roedor tenha passado!

Os ratos na ciência

Os ratos e cobaias estão entre os animais mais utilizados em experiências de laboratório. Um dos experimentos científicos mais interessantes é o que confirma: parasita faz rato perder medo de gato. Os cientistas descobriram que o parasita Toxoplasma gondii, o causador da toxoplasmose, faz os camundongos perderem um de seus maiores (se não for ‘o maior’) medos: o medo de felinos! Isto seria muito interessante para o parasita, pois ele só consegue se reproduzir no intestino dos bichanos. Ou seja, é muito interessante para o parasita que seu hospedeiro temporário (um rato ou camundongo) não tenha medo de gatos, para que possa ter maior chance de ser devorado por algum felino.

Ei, você me chamou de rato?!

Cuidado! Você pode ser processado por chamar uma pessoa sem caráter de rato! Aliás, Caetano Veloso poderia levar uma multa por gritar “você foi mó rata comigo” na canção “Rocks”... De fato, a palavra rato pode ter muitos outros significados além de “nome comum dado a roedor da família dos murídeos (...)”. Há significados que vão desde “trapaceiro”, “tratante” e “ladrão” até “pessoa que freqüenta determinado local com assiduidade”. Quem já não ouviu falar nos “ratos de biblioteca”, ou “ratos de praia”? Mas, atenção: não vá ofender alguma beata chamando-a de rata de sacristia, hein!